Quinta-feira 29 de Outubro 2015 – 21h30 | Andrea dos Guimarães – voz e piano (Brasil)

29 de Outubro de 2015
21:30

concerto Duetos da Sé - QUINTA-FEIRA 29 OUTUBRO 2015 - 21h30 - ANDREA DOS GUIMARAES

 

 

Nascida em Tupaciguara (interior de Minas Gerais), Andrea dos Guimarães iniciou seus estudos de piano aos 7 anos com sua mãe Vera Lúcia dos Guimarães Alvim e Nunes. Aos 15, ingressou no Conservatório Cora Pavan Caparelli em Uberlândia/MG e, após abandonar o curso de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), aos 19 anos, começou a cursar Bacharelado em Canto Lírico na mesma Universidade. Nesta época, formou o trio vocal ‘Nosso Canto’ com suas irmãs Viviane e Thais, dando início a sua carreira artística. Aos 21 anos, trocou o canto lírico pela música popular, ingressando na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), onde também fez o seu Mestrado em Música, tendo como tema “Técnicas Contrapontísticas aplicadas em arranjos de canções da música popular brasileira”. De 1999 a 2001, formou duo de piano e voz com Rafael dos Santos.

Em 2002, Andrea fundou juntamente com Daniel Muller (piano e acordeom) e João Paulo Amaral (viola caipira) o grupo Conversa Ribeira, que representou o Brasil em festivais no México e Portugal. Após lançar seu 1º CD em 2007, o Conversa Ribeira foi selecionado no Projeto Pixinguinha (FUNARTE, 2007) e no programa Rumos Itaú Cultural (2008). Também recebeu o prêmio Inovação do Festival Voa Viola (2011). Em 2012, o grupo dividiu o palco com a Orquestra Municipal de Jundiaí – os próprios integrantes do trio escreveram arranjos para incorporar a orquestra de cordas à sua concepção peculiar da música caipira. Ao longo de sua história, o Conversa Ribeira apresentou-se ao lado de artistas consagrados como Guinga, Mônica Salmaso, Paulo Freire, Inezita Barroso. O trio lançou em 2013 seu 2º CD intitulado “Águas Memórias”.

Em 2007, iniciou pesquisa na área de música instrumental com voz, formando o grupo Garimpo com Breno Ruiz (piano), Everton Barba (bateria) e Felipe Brisola (contrabaixo). O quarteto manteve esta formação até 2010, quando lançou o seu disco homônimo Garimpo. Em 2011, Léo Ferrarini (piano) passou a integrar o grupo, e o mesmo mudou o nome para Garimpo Quarteto. O grupo se apresentou no Auditório do Ibirapuera (SP); no IX Festival Brasil Instrumental; no SESC Pinheiros ao lado da cantora portuguesa de jazz Sara Serpa; entre outros.

Em 2011, formou duo com o pianista e compositor Breno Ruiz para interpretar canções dele em parceria com Paulo César Pinheiro. O duo gravou um disco (ainda em fase de finalização).

Recentemente, Andrea lançou no Itaú Cultural seu primeiro CD solo – um álbum de piano e voz intitulado “Desvelo”, com canções da música popular brasileira cantadas, arranjadas e tocadas por ela.