Sábado 18 de Janeiro 2014, 23h00 | “HAMLET EM PESSOA” – André Gago (voz) & Carlos Barretto (contrabaixo)


Hamlet exerceu uma profunda influência na literatura, e os escritores portugueses não foram excepção.

A oposição entre ser e não ser, a ideia do suicídio, a caveira de Yorick ou a morte de Ofélia converteram-se em marcos da cultura mundial — Hamlet é mais universal do que a Bíblia.

Entre nós, Fernando Pessoa não foi o único a glosar estes temas: antes e depois dele, poetas como Antero de Quental, Pascoaes, António Nobre, Jorge de Sena ou Cesariny, fazem referência directa ou indirecta ao mundo de Elsinore e às questões fulcrais que a peça de Shakespeare trata — e que são, afinal, a expressão das nossas inquietações mais irresolúveis.

Ordenando diversos poemas e fragmentos de vários autores, com a presença tutelar de Pessoa e seus heterónimos, André Gago e Carlos Barretto organizaram uma pequena viagem musical e poética a este universo e às suas múltiplas galáxias.

OS POETAS:

MÁRIO CESARINY

JORGE DE SENA

WILLIAM SHAKESPEARE

ÁLVARO DE CAMPOS

ALBERTO CAEIRO

TEIXEIRA DE PASCOAES

ANTERO DE QUENTAL

ANTÓNIO NOBRE

ANTÓNIO FEIJÓ

GOMES LEAL

MÁRIO DE SÁ-CARNEIRO

SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDERSEN

ANTÓNIO GEDEÃO

ALBERTO PIMENTA

ALEXANDRE OʼNEILL

entre outros…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

two × 4 =